Como voltar ao peso ideal após a gravidez?

Tempo de leitura: 5 minutos

Depois do parto e vendo o seu querido bebê em seus braços, surge uma grande dúvida que assola toda mulher: “Como voltar ao peso ideal após a gravidez?”

Essa preocupação da grande maioria das mamães é muito comum, já que o corpo da mulher sofre muitas alterações durante o período de gestação. Isso porque o útero, cujo tamanho normal é como uma bolinha de tênis, cresce e fica maior que uma bola de basquete.

E para alimentar o seu bebê, a mãe deve ingerir mais calorias que o normal, além de ocorrer também alterações hormonais e mudança brusca de rotina, que são alguns dos inúmeros fatores que favorecem o ganho de peso e que, apesar de ser normal, poderá vir em excesso e ter consequências depois do parto.

Assim, trazemos algumas dicas valiosas que podem ajudar a mamãe a voltar ao seu peso ideal logo nos primeiros meses.

Como voltar ao peso ideal após a gravidez

Hábitos que fazem toda a diferença

Confira 2 hábitos muito importantes que você deve incluir no seu dia-a-dia:

1) Amamente

Essa dica é preciosa tanto para ajudar você a perder peso, quanto para o bebê.

O leite materno é a melhor alimentação que um recém-nascido pode ter e deve ser a prioridade (pelo menos até os primeiros 6 meses de vida dele).

Para produzir leite, o corpo chega a gastar até 750 calorias por dia, além de liberar também a ocitocina, que é um hormônio que, entre outras funções, auxilia a diminuir o útero (de 1 Kg pode voltar a ter 60g em apenas algumas semanas após o parto).

Caso você tenha dificuldade (o que é normal no começo), é ideal que busque uma consultora de amamentação ou uma enfermeira obstétrica para lhe ajudar.

2) Beba bastante água

Outro hábito de extrema importância é beber bastante água.

Geralmente é indicado beber, em média, 3 litros por dia durante o período de amamentação, pois além de ser a principal matéria-prima para a fabricação do leite, a água auxiliará no funcionamento dos rins, ajudando a expelir eventuais líquidos retidos em excesso em seu organismo.

É bom lembrar que esses 3 litros de água não devem ser substituídos por outros líquidos, tais como sucos ou chás (embora você possa bebê-los, a água deverá ser a sua prioridade).

Alimentação saudável é essencial

Após o nascimento do bebê, a rotina da mãe muda bastante e o seu sono acaba sendo muito prejudicado, aumentando o stress e a ansiedade. Para uma mulher cansada e estressada, uma alimentação rica em açúcar e gordura poderá ser uma escolha fácil, trazendo até alívio na hora, porém causará inúmeros problemas para o seu corpo e para o bebê a médio prazo.

Para melhorar isso, o primeiro passo seria regular as suas refeições: caso não consiga comer a cada 3 horas, pelo menos deve fazer 3 refeições principais (café, almoço e jantar). Com isso, a mãe não terá tanta fome quando for se alimentar, evitando excessos.

Entretanto, de nada adianta organizar a sua rotina de alimentação se o seu cardápio for de pratos que lhe fazem mal. Trocar por opções saudáveis é muito importante, não apenas para ajudar a emagrecer, mas também para deixar o leite da mãe mais saudável para o seu bebê.

E pode abusar também de frutas e verduras, e se tiver muita vontade de comer doces, basta fazer uma salada de frutas ou uma gelatina diet.

Lembre-se que, apesar de uma frase famosa, uma mulher amamentando não deve “comer por 2”, e sempre é bom consultar um nutricionista para entender como deverá ser a sua dieta durante esse período.

Pratique atividades físicas

Sim, exercitar-se é essencial para diminuir o peso mesmo nesse período pós-parto.

É claro que a primeira coisa que você deverá fazer seria consultar o seu obstetra para descobrir quando poderá começar a fazer execícios físicos sem prejudicar a sua recuperação (que em média seriam 5 dias a 3 semanas para mulheres que fizeram parto normal; e até 2 meses para mulheres que fizeram cesárea).

Uma das primeiras (e mais simples) atividades que uma mãe pode fazer seria caminhar empurrando o carrinho de bebê: isso ajudará a queimar bastante caloria e ainda passear com o seu filho.

Para as mulheres que passaram por uma cirurgia, não seria bom fazer exercícios com muito impacto, o que transformaria a hidroginástica e a natação como ótimas opções para a recuperação.

A mamãe não deve ter medo de pedir ajudar ao seu parceiro ou familiares para cuidar do seu bebê, pois um dia vai precisar deles, seja para executar as atividades físicas, para preparar a sua refeição saudável ou até mesmo para descansar. E ficar sobrecarregada poderá lhe prejudicar bastante durante esse processo.

Conclusão

E essas foram algumas dicas para facilitar a recuperação do peso normal da mamãe logo nos primeiros meses.

Essa fase inicial deverá ser encarada com muito cuidado porque decisões erradas poderiam ocasionar consequências graves ao seu corpo.

Portanto, a mamãe deverá sempre estar acompanhada de bons profissionais para orientá-la da melhor maneira possível.


Se você é mãe e agora sabe como voltar ao peso ideal após a gravidez, escreva nos comentários abaixo se as nossas dicas ajudaram você.

Leia também mais 3 Artigos:

Como manter a boa forma se exercitando em casa?

Diferença entre emagrecer e perder peso: aprenda a focar melhor o seu objetivo.

Definir abdômen: saiba como ter uma barriga estilo tanquinho.

Deixe uma resposta